sexta-feira, 13 de abril de 2018

CONHEÇA A HISTÓRIA E A EQUIPE GESTORA DA ESCOLA ESTADUAL TUPANIR GAUDÊNCIO - 2018


A Escola Estadual Tupanir Gaudêncio da Costa localizada no Bairro Triângulo, fundada em Tarauacá há 42 anos, atende em 2018, 524 alunos do 6º ao 9° e EJA, Poronga e Quero Ler, distribuídos em três turnos.


O quadro de pessoal conta com 25 professores, 21 servidores administrativos e uma equipe gestora composta de uma diretora, coordenadora de ensino, coordenadora pedagógica, coordenador administrativo e secretária geral.


O cargo de Diretora é ocupado pela Professora Maria Luzia Abreu de Souza, 40 anos, pedagoga com especialização Neuropsicopedagogia em Inclusão Social.


A Coordenação de Ensino tem a frente a professora Maria Antônia Gracilene Oliveira, 35 anos, graduada em letras e economia.


Professora Eliane Correira da Silva, 35 anos formada em letras e pedagogia, é a titular da Coordenação Pedagógica.


Na Secretaria Geral está servidora Francisca Lima Oliveira, 38 anos com formação em ensino médio.


Na Coordenação Administrativa está o professor Juliano Nascimento, 37 anos, com formação em matemática.


A Escola Tupanir Gaudêncio  foi criada pelo Decreto nº 051 de 27 de Abril de 1976, publicado no Diário Oficial nº 1.912 de 28/04/1976, na administração do Prefeito Enio Ayres Ferreira sendo Governador do Estado do Acre, o professor Geraldo Gurgel de Mesquita e tendo como presidente da Republica o General Ernesto Geisel.


O nome Tupanir Gaudêncio é em homenagem a memória do Professor Tupanir Gaudêncio da Costa, homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do nosso município, desempenhou com honestidade e dedicação vários cargos públicos. Ele nasceu em 1928, e muito jovem ingressou na carreira de magistério, dignificando dessa forma sua classe com trabalho e competência. 

De maneira trágica, em 28/09/1971 veio falecer em um acidente de avião, no município de sena Madureira, sendo seu corpo trasladado para Tarauacá onde foi sepultado.


A escola foi construída em 1976 e inaugurada em 24 de abril de 1977, atendendo alunos de 1ª série, com uma estrutura de apenas três sala de aula, uma diretoria/secretaria e uma mini cantina. A primeira diretora foi a professora Jaciva de Souza Dourado. 



Em março de 1979 foi nomeada como diretora, a professora Raimunda Soares El-Shawa, que deu segmento aos trabalhos formando uma turma de 3ª serie. 



Em 1980, assumiu a direção a professora Raimunda de Aragão Mendonça. Em 1983 assumiu a a professora Ieda Farias Oliveira. 

Em 1984 a 1986, a professora Maria da Conceição Damasceno Oliveira, primeiro mandato indicada e nos pleitos seguintes passou por vários processos eleitorais. Nessa gestão a escola iniciou seus primeiros passos no processo de gestão democrática do Sistema de Ensino, baseado na Lei 1.513 de 11 de novembro de 2003. Foi criado o Conselho Escolar, órgão deliberativo máximo da escola e, nesse período, a escola passou por reforma e ampliação, estendendo assim sua modalidade de ensino fundamental dos anos finais do 5ª a 8ª série. 

Em 1997, a escola passa por mais um processo eleitoral sendo eleita a professora Maria Verônica Meleiro de Souza que ministrou a escola por três anos. 



Em 2001 assumiu a escola a professora Lucinete da Rocha Mela, eleita pela comunidade escolar, onde deu continuidade a implantação do PDE (Plano de Trabalho da Escola) e em parceria com a SEE, construiu a primeira quadra de esporte descoberta e ainda em parceria com a prefeitura construiu uma passarela de acesso beneficiando as festividades da escola. Ainda em sua gestão em 2003 por motivos de "força maior", passou o cargo para sua vice-diretora Maria de Fátima Reginaldo Farias e nomeada pela Secretaria de Estado de Educação e a vice-diretora Raimunda da Rocha Silva, nesse período a escola foi credenciada pelo CEE através do Decreto de nº 8.721 de 01 de outubro de 2003, pelo governador Jorge Viana. 



Em 2004 foi eleito o professor Jose Valtamir de Lima, que gerenciou a escola por quatro anos. 



Em primeiro de Fevereiro de 2008 assumiu a escola a professora eleita pela comunidade escolar a professora Raimunda da Rocha Silva, após sua posse apresentou sua equipe de trabalho composta pela Gestora Raimunda da Rocha Silva, coordenadora de Ensino Maria de Fátima Reginaldo de Farias e a Coordenadora Administrativa Maria Creuza Medeiros dos Santos e, Coordenadora de turno a professora Lucinete da Rocha Melo, com o apoio do presidente do Conselho Escolar Professor Francisco das Chagas Gomes de Figueiredo Filho. Durante sua gestão a escola foi reformada e ampliada com quadra poliesportiva coberta, laboratório de informática, biblioteca com acervo literário de 1.783 livros entres literatura infantil, infanto juvenil, enciclopédias e livros paradidáticos, cantina, refeitório, escovódromo e áreas externas, sala de multimeios, sala de recursos do AEE e arborização externa. Uma das significativas realizações dessa equipe foi estabelecer linhas estratégicas direcionadas as suas ações voltadas para o esforço de melhorar o sistema de ensino da escola, criando a assim a 1ª Feira da Bugiganga para comprar com recurso próprio a fanfarra da escola e dando continuidade veio a implantação de alguns programa e projetos: É tempo de Aprender, Poronga, com o objetivo de reduzir a distorção idade serie e Mais educação com os Macro campos: radio escolar, fanfarra, capoeira, atleta na escola, jornal escolar, musica e dança, teatro e letramento com apoio pedagógico. Toda essa atividade está contemplada com materiais didáticos, pedagógicos e tecnológicos, salas de aula equipadas com kits tecnológicos (aparelho de DVD, televisão, datas show, notebook, retro projetor entre outros). 



Em dezembro de 2011, foi reeleita novamente com aceitação de 100% do segmento dos professores e funcionários e 97,38 dos pais e alunos a diretora Raimunda da Rocha Silva. Neste segundo mandato a escola perde em óbito sua coordenadora administrativa, Maria Creuza Medeiros dos Santos, assumindo sua função a servidora Maria Irenilza de Araujo Aguiar. 

Hoje a escola professor Tupanir Gaudêncio da Costa, é reconhecida pelo seu trabalho, na sua historia de vitórias como foi em 2010 e 2011 1º e 2º lugar no estado como escola de referencia no Premio de Gestão Escolar, em 2013 e 2014 destaque nos jogos escolares em referencia nacional alunos viajando pelo país em busca de sonhos, ainda em 2011 uma nova grande conquista com o trabalho de uma boa coordenação a elevação de 3.2 para 5.9 pontos no IDEB, de tornando assim a escola Tupanir como escola de referencia no município. Encerrando o mandato de 08 anos deixando seu Projeto Político Pedagógico (PPP) e o Regimento Interno aprovado para o exercício 2015/2019. 


Atualmente, a Professora Marial Luzia Abreu de Souza e sua equipe gestora trabalham diariamente para dar continuidade e melhorar cada vez mais o processo de ensino aprendizagem da escola. 

Assessoria de Comunicação
Núcleo de Educação
Tarauacá-Acre

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

ETAPA FINAL






projeto de música

Desde o ano passado foi criado um projeto de música pela a comunidade escolar com objetivo de descobrir novos cantores, sendo ele o THE VOICE TUPANIR.
Dividido por etapa:
 1ª etapa: É feita a inscrições de todos os alunos que queira participar;
2ª etapa: Todos os inscritos participam, e os professores são os próprios jurados, onde são selecionados os alunos que irão para etapa final;
Última etapa: são 04 finalista e só um que será vencedor.
2ª ETAPA 




OFICINA SEAPE 2017

As coordenadoras Gracilene, Lucinete aplicaram uma oficina do SEAPE, no inicio do mês de abril de 2017.







A Escola recebe os alunos e os pais no primeiro dia de aula, onde no ensejo é apresentados todos os professores do quadro da escola Tupanir em 2017





quarta-feira, 26 de julho de 2017

REGISTRO: Início do ano letivo - 2017


A comunidade escolar recebem os alunos e pais no primeiro dia de aula e dão as boas vindas.



terça-feira, 6 de setembro de 2016

05 de setembro dia Amazônia

Resultado de imagem para dia da amazonia texto

A Amazônia é a maior floresta tropical do mundo com a maior biodiversidade, logo merece um dia em sua homenagem. A data (5 de setembro) foi escolhida, pois foi em 5 de setembro de 1850 que D.Pedro II criou a província do Amazonas.

É uma data voltada para a conscientização da população sobre a importância da floresta amazônica para o meio ambiente. Além da riqueza de vida (vegetal e animal), a Amazônia é rica em rios, lagos e diversos recursos naturais. Toda esta riqueza e beleza devem ser preservadas para as futuras gerações. A exploração dos recursos da Amazônia deve ser feita de forma sustentável, ou seja, sem agredir a natureza. 

Importância: um momento para ação e reflexão

A Amazônia é a maior floresta tropical do mundo com a maior biodiversidade, logo merece um dia em sua homenagem. A data (5 de setembro) foi escolhida, pois foi em 5 de setembro de 1850 que D.Pedro II criou a província do Amazonas.

É uma data voltada para a conscientização da população sobre a importância da floresta amazônica para o meio ambiente. Além da riqueza de vida (vegetal e animal), a Amazônia é rica em rios, lagos e diversos recursos naturais. Toda esta riqueza e beleza devem ser preservadas para as futuras gerações. A exploração dos recursos da Amazônia deve ser feita de forma sustentável, ou seja, sem agredir a natureza. 

Um sério problema enfrentado pela Amazônia nas últimas décadas e que devemos refletir e agir é a questão do desmatamento ilegal. Com o objetivo de retirar madeira ou ampliar áreas para pasto e plantações, muitas pessoas estão devastando a floresta amazônica. O desflorestamento afeta diretamente a fauna e a flora da região, causando danos irreversíveis ao ecossistema amazônico.

Além do desmatamento, podemos citar outros problemas que atingem a Amazônia são: biopirataria (contrabando de animais e de plantas); pesca e caça sem ilegais e sem controle; conflitos por disputas de terras.

Objetivos da data

- Conscientizar as pessoas sobre a importância da Amazônia para o Meio Ambiente;

- Debater sobre os problemas atuais da Amazônia;

- Educar e informar, principalmente jovens e adolescentes, sobre a importância da preservação da floresta amazônica.

Alguns dados importantes da Amazônia:

- Bioma: floresta tropical

- Área: 5,5 milhões de km²

- Países: Brasil, Peru, Venezuela, Colômbia, Equador, Bolívia, Suriname, Guiana, Guiana Francesa.

- Principais rios: Rio Amazonas, Rio Negro, Rio Solimões, Rio Japurá, Rio Purus, Rio Juruá, Rio Madeira, Rio Tapajós e Rio Branco.

- Clima: Equatorial quente e úmido.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

TEXTO REFLEXIVO

OS QUATRO ALUNOS

"(Fábula sobre as diferentes maneiras de Serem estudantes, escrito por um aluno) 

Esta é uma história que se passa em qualquer canto do Brasil em qualquer escola, com qualquer aluno, comigo, com você... 
Eram quatro rapazes que estudavam numa escola em uma mesma classe: Arrependido, Falso, Mínimo e Quero-Tentar. 
Arrependido era um rapaz desanimado com os estudos, não fazia nada na sala de aula e muito menos os deveres de casa. Não pensava no seu futuro e vivia achando que estava perdendo tempo naquela escola e por isso arrependia-se por não poder ficar pelas ruas com seus colegas. Por não gostar de estudar tirava notas baixas. 
Falso era um cara mentiroso e um pouco preguiçoso para com os estudos. Ou copiava de alguém ou falsificava o que fazia, na realidade mesmo, nada fazia era tão falso quanto sua nota - apesar de ser razoável - pois tudo que precisava era colar ou confiar no amigo na hora da avaliação, raramente isto falhava. 
Mínimo era um rapaz que não pensava em ir muito longe, para este o que importava era conseguir uma nota que o aprovasse, portanto, estudava pouco, mas não 'colava' nas avaliações e não passava disso, 60% era o bastante e contentava-se com este mínimo. Sempre tinha um pensamento 'tenho boas notas porque não perdi nenhuma'. 
Quero-Tentar gostava do que fazia. Quando lhe apresentava algo novo, um problema que ele não soubesse, ele dizia: 'Vou tentar resolvê-lo' e quase sempre conseguia mesmo. 
Assim Quero-Tentar era o primeiro da classe. Em termos de aprendizagem, Mínimo era o penúltimo, Falso era o último, pois só tinha nota e não sabia nada, e Arrependido abandonou a escola. 
Hoje são todos homens feitos e cada um teve o seu destino: 
Arrependido mora numa favela chamada Tarde Demais. 
Falso, queria se político, mas infeliz descobriram sua falsidade; foi julgado e condenado por um juiz chamado Verdade. 
Mínimo, com seu conhecimento mínimo, é soldado mínimo, ganha salário mínimo e tem um comandante muito exigente chamado Máximo que sempre lhe cobra 100% 
“Quero - Tentar se saiu melhor, hoje é presidente de um país chamado ‘República Democrática dos Sucessos’.” 
Qual dos alunos citados no texto você foi até o ano anterior?
Qual pretende ser a partir de 2012? 
Justifique sua resposta. Os textos serão colocados dentro de um envelope, lacrados e abertos somente no final do ano letivo.

Festas dos aniversariantes do primeiro semestre.

Que a alegria acompanhe vocês por todos os momentos e que Deus continue guiando todos os seus passos e iluminando cada vez mais os seus pensamentos. Faça com que a sua simpatia possa contagiar ainda mais pessoas, você é uma pessoa de muito brilho e a humanidade merece que sua luz seja compartilhada.